Miguel - Príncipe Arcanjo da Guerra

Miguel - Príncipe Arcanjo da Guerra

Miguel - E sua Batalha contra o Dragão

Miguel - E sua Batalha contra o Dragão

Miguel - O Arcanjo Guerreiro

Miguel - O Arcanjo Guerreiro

 

O Antiamericanismo e a farsa da Guerra contra o Terror

A fraude guerra contra terror

A famosa guerra americana contra o terror, que se transformou em slogam de promoção entre os governo Bush e Obama, para manter a soberania mundial em segurança e paz. Para as mentes populares escravas apenas do tradicionalismo midiático, dominada pelos judeus sionista na America, um simbolo de honra e segurança nacional, más que na verdade, oculto em manobras uma grande mentira como de muitas outras de uma democracia fascista que corrompe o mundo em favor de uma elite oculta e satânica.

Somente aqueles que possuem uma visão além do alcance, diante dos diversos crimes, injustiças e inumanidade se podem perguntar, ate quando ?

Agenda Bush & Obama

A guerra contra o terror teve seu começo oficial com os ataques do 11 de Setembro de 2001, a que hoje, diante de diversos fatos e provas, foi uma operação clandestina de falsa bandeira, para conseguirem o apoio popular na invasão do Iraque, que hoje sabemos que custou a vida de milhares de soldados americanos e civis inocentes iraquianos.

Tudo isso para a simples tarefa dos mesmo modos operandi de sempre em seus golpes, forçar diretamente a mudança de regime e instaurar um governo servil, fantoche, que lhes assegurariam o comercio fácil e barato do petróleo Iraquiano.

A agenda imperialista bush obama

Controle Midiático e das Consciências

Muito tempo antes desta agenda Bush & Obama, nossas sociedades vem sendo bombardeadas por informações distorcidas, que sevem apenas como meios justificativos falsos para essas guerras forjadas e injustas da nação americana.

Com a ajuda de Hollywood, nas décadas de 30 e 60, milhares de filmes de Faroestes, nos convencia do heroísmo americano por seus soldados e mocinhos diante dos demônios selvagens primitivos; os índios. Quando na verdade; o maior genocídio indígena já visto nas Américas foram exercidos por soldados bem equipados modernamente diante de tribos pacíficas, onde muitos foram mortos covardemente, sem demonstrarem nenhuma iniciativa de defesa.

Na década de 80, 90 fomos ensinados pelos filmes de aventuras americanos, como Rambo, Bradodock, Comando para Matar e muitos outros, onde bateram recordes de bilheterias, que o mundo á fora, era o problema; como Russos, Muçulmanos, latino americanos, japoneses, comunistas e outros.

Más diante da internet e da globalização e fluxo de informações, sabemos que tudo, um plano que a tempos, teve uma intenção em manipular gerações pelo medo nas desinformações. Quando na verdade são eles os invasores, os bandidos e malvados da história.

antiamericanismo muçulmano

O Antiamericanismo árabe

Desde os anos 90 a mídia golpista illuminati e sionista vem levando a a população a crer que o sentimento do antiamericanismo é fruto natural de ideologias semi-primitivas residentes em países de terceiro mundo. Sempre era mostrado árabes muçulmanos queimando bandeiras americanas como afronta e declarações de guerras irrevogáveis, quando se ignorava a verdade da população para o outro lado da história.

Hoje sabemos que essa raiva e ódio deste povos possuem motivos justos, quando de ignorantes nadas são e muitos conscientes de suas histórias e realidades que os afligem para viverem segundo suas paz.

Somente no exemplo da palestina, sabem que mesmo sendo Isarel que lhes atacam covardemente, sabem que a nação americana lhes dá apoio, defesa e suporte para que sua gente sejam cada vez mais assassinadas e roubadas por este império do mal, desfaçada de povo de Deus.

A agenda sionista estadunidense

Os Neocons de Israel

Os Estados Unidos a tempos tem sido capacho dos sionistas judeus, que se infiltraram em diversas camadas da política, em maior parte, sendo fileiras nos Neocons. Israel é a mais interessadas nas guerras intervencionistas do Tio San. Não só como elemento de conquistas, más como preventivas das nações árabes prejudicadas por ela que podem representar perigo para suas instabilidades territoriais.

Os Neocons estão por trás do 11 de setembro e diversas outras armações da elite capitalista, onde no fim das contas, fora os lucros do empresários americanos e Wall Street, saboreiam as oligarquis bancárias dominadas pelos sionistas.

Como por exemplo o golpe na palestina, onde o mundo se cala graças a passividade da ONU e de Washington, dando nos a afirmativa de quem manda da ONU são eles. Israel já violou todos os acordos de paz existentes e prossegue com seus genocídios, disfarçado por sua mídia de auto-defesa, contra o terrorismo do HAMAS, equipados com suas armas totalmente rusticas em comparação ás de tecnologia de ponta de Israel fruto de negócios escuros com os EUA.

O antiamericanismo racional

Hoje diante de nossos olhos, fatos e realidade divulgados por muitos como Edward Sworden, Julian Ascenge, o general Wesley Clark e muitos outros que resolveram quebrar as barreiras do silêncio, concluímos de forma categórica, não aceita apenas pelo público mediotizado de DIREITA em diversas nações, manipulados, a continuação desta agenda fascista estudinense na Síria.

Recentemente, em setembro deste ano após um acordo com a Rússia num cessar fogo contras as forças do Daesh na Síria, o pentágono com o uso de F-16s e dois aviões de combate A-10 dos EUA bombardearam posições do Exército Árabe Sírio (EAS) em Deir al-Zor matando no mínimo 62 soldados regulares sírios e ferindo outros 100. Se havia dúvida até aqui que os EUA estão por trás e apoio do levante islâmico Daesh (Estados Islâmicos), para a derrubada do presidente Sírio Bashar al-Assad, agora não há mais dúvida.

Vejam: Pentágono bombardeou Exército Sírio para matar o cessar-fogo?

Os Neocons não a querem paz e querem cumprida essa agenda de cabo a rabo, más infelizmente a Rússia está em seu caminho. Essa agenda satânica armou rebeldes na Líbia, Iraque e agora com os DAESH, já mataram milhares de pessoas e cristãos promovidas nos shows midiáticos sionistas, para coletarem mais apoio popular pela islamofobia na população mundial.

Tudo isso em pról dos recursos naturais deste país, como seu gasoduto e seus campos de petróleo e seus territórios estratégicos as custas da morte de 400 mil pessoas e  mais de seis milhões em sem-teto, gerando uma enorme crise de refugiados para a Europa.

Resumindo, a Guerra contra o terror é uma farsa, nada mais que a conclusão óbvia, por um racionalismo crítico, ético e justo para qualquer homem de bem se converter ao verdadeiro espírito do sentimento Antiamericanista.

Autor: Valter J.Amorim


Postagens Relacionadas:

Estados Islâmicos: Cria dos EUA e Israel para domínio de 7 países do Oriente Médio

As Invasões e golpes dos Estados Unidos da América pelo mundo

11 de Setembro: Uma farsa perpetrada pela Cia e o Mossad de Israel

Mercenários a serviço da CIA e Obama, contra Insurgência de sua invasões

Nova Ordem Mundial Socialista e NOM Illuminati e o Porquê Fora PT e Dilma ?