Miguel - Príncipe Arcanjo da Guerra

Miguel - Príncipe Arcanjo da Guerra

Miguel - E sua Batalha contra o Dragão

Miguel - E sua Batalha contra o Dragão

Miguel - O Arcanjo Guerreiro

Miguel - O Arcanjo Guerreiro

 

11 de Setembro: Uma farsa perpetrada pela Cia e o Mossad de Israel

11 de setembro mossad e cia

A teoria da conspiração mais complexa de nossa modernidade é sem dúvida por sua repercussão pelo mundo á do 11 de setembro em 2001, nos Estados Unidos com as torres gêmeas dos Word Trade Center. E tudo que indica; uma grande operação clandestina executadas pelas agências de inteligências da CIA (EUA) e o Mossad (Israel).

Diversas evidências apontam para isso e como de normal a todo ataque de “Falsa Bandeira”, culpar alguém; que no caso seria o nacionalismo árabe, jogando a opinião pública com a ajuda da mídia sionista illuminati contra tais nações, como desculpa para a invasão do Afeganistão e do Iraque.

A Cabala Judaica Sionista

Bush cabala sionista

Os interesses judaicos ganharam prioridade e controle da imprensa, mídia e indústria do cinema por causa da imensa riqueza e poder dessa cabala judaica bancária internacional, liderada pela dinastia Rothschild. Assim, eles alcançaram a dominação e controle sobre diversos setores e esferas do poder no congresso americano.

Israel e seus agentes têm-se infiltrado no sistema político norte-americano em todos os níveis, e ao longo de décadas consolidaram um estrangulamento virtual sobre os poderes legislativo, judiciário e executivo, por meio de uma bem estabelecida de indivíduos, organizações e grupos de pressão. Os chamados neoconservadores que ocupam Washington - a maioria deles judeus e muitos deles dupla cidadania israelense-americanos - têm estruturado a política externa dos Estados Unidos da América em torno dos melhores interesses do Estado de Israel e a ideologia geopolítica do sionismo, assim, fomentaram as guerras no Oriente Médio para cumprir os objetivos regionais estratégicos de Israel, que não só tem custado a vida de inúmeros americanos, como bem de diversas outras destas nações invadidas.

Razões da guerra no Afeganistão

Sionistas dominam opium

Duas das principais razões para a guerra no Afeganistão foram a heroína e petróleo - ou seja, o controle desses recursos por parte dos judeus "poderes-que-se" controlarem em junção com o Governo dos EUA, lucrando com viciados, alimentarão o mercado negro do narcotráfico, com bilhões em lucros e de forma barata, usando os militares norte-americanos como peões de guerra em suas agendas.

93% da produção mundial de ópio vem do Afeganistão, e em 2000, o Taliban proibiu a produção de ópio. Em menos de um ano, a colheita de ópio no Afeganistão foi praticamente exterminada. Após a invasão do Afeganistão pelos EUA em outubro de 2001, a produção de ópio subiu e superou os níveis anteriores a 2000. Soldados americanos e da Otan foram instruídos a "tolerar" a produção de ópio, e até mesmo proteger os campos de ópio para que o Taliban não pode destruí-los.

Para acessar as vastas reservas de petróleo e gás na Ásia Central ao norte do Afeganistão, um gasoduto era necessária para o transportar o óleo para o sul através do Afeganistão a costa do Paquistão. O Talibã estava no caminho, tanto no que diz respeito à construção e à parte dos lucros. Os sionistas lucram com o declínio civilizatório da sociedade ocidental, como campo de atuação de seus sórdidos negócio da morte, como o : tráfico de drogas e armas, prostituição, pedofilia, proliferação de doenças que são combatidas apenas em com seus remédios comercializados em suas multinacionais, na mídia, entretenimento e outras mais.

Vejam: Judeus Sionistas e o Sistema Financeiro Mundial

O que é uma operação de "bandeira falsa"?

Uma operação de "bandeira falsa" é uma operação secreta projetada para enganar o público, onde o grupo que realiza esta operação enquadra outra pessoa ou grupo para a responsabilidade.

O Mossad no 11 de Setembro

"Por meio de fraude, farás War" é o lema oficial da Mossad. "Tahvulot" em hebraico é melhor traduzida como "com truques" e está profundamente relacionada com a palavra moderna para o "terrorismo". Esses mesmo ideais sionista encontramos nos ensinos de seus Talmuds:  “Os judeus podem usar mentiras” ("subterfúgios") para convencer um não-judeu.” (Baba Kamma 11á)

11-9 programado pelo mossad e cia contra o wtc

Muitos fatos positivos indicam claramente a presença do serviço secreto de Israel (Mossad), e existem demais provas envolvendo diretamente a CIA, más vamos aqui frisar os exemplos israelenses que são bem curiosos.

14000 mil judeus que trabalhavam no Word Trade Center, não foram trabalhar nos dias dos ataques.

2Cinco terroristas presos em flagrante com o envolvimento direto nos atentados, foram soltos e suas fugas para Israel foram facilitados pela CIA.

3 - Em um programa de TV israelense. Ellner; um dos cinco terroristas afirmou: "Nosso objetivo era documentar o evento." – Provando que a inteligência de Israel sabia por antecedência dos ataques.

4 O FBI que conduzia as investigações, permitiu que as evidências cruciais e provas (aço dos escombros) fossem rapidamente destruídos em fundições asiáticas. Uma ação criminosa mostrando que o Departamento de Justiça dos EUA e o FBI tornaram-se completamente corruptos.

5 - O juiz distrital Alvin K. Hellerstein desempenhou um papel fundamental no caso 9/11, bloqueando descobertas legais e prevenindo a ocorrência de um julgamento sério. Na verdade, sua missão, como agente sionista, gerenciando o judicial a fim de proteger os verdadeiros culpados.

6 - A empresa ICTS, era israelense e permitiu a tal falha ou propositalmente que os terroristas entrassem armados a bordo dos aviões. A empresa era legalmente ligada ao Mossad israelense e controlou as operações de triagem de passageiros em Boston em 9/11.

7 - Eisenberg foi a pessoa-chave para aprovar as propostas dos sete ferros-velhos em licitação do aço. Eisenberg escolheu três ferros-velhos para receber as provas do crime: Metal Gestão Nordeste, Hugo Neu Schnitzer Leste, e o menor Blandford. As três empresas são controladas pelos sionistas.

8 - Dois meses antes de 9/11, o complexo WTC mudou de administração pela primeira vez em 33 anos. Foi adquirido pela judeu sionista e empreendedor Larry Silverstein, juntamente com seu amigo de longa data e magnata imobiliário Frank Lowy. Silverstein era um ex-presidente da United Jewish Appeal, a maior organização sionista dedicada a angariar dinheiro e apoio a Israel. Lowy é um sionista judeu e ex-membro da organização terrorista israelense "Haganah”. Larry Silverstein exigiu uma apólice de seguro especial com a compra do WTC, com uma clausula especial “contra ataques terrorista” e assim acabou lucrando com a destruição das torres, como se soubesse por antecedência dos fatos.

9- Curiosamente, porém, de acordo com notícias FOX, durante todo o final de 2000 e 2001, um total de 200 espiões israelenses foram presos. Foi a maior rede de espionagem a ser descoberto na história os EUA. O Washington Post também informou que alguns desses israelenses foram presos em conexão com a investigação 9-11.

10 - Foi israelenses que receberam avisos Odigo duas horas antes de os aviões atingiu os prédios do WTC. Isto foi relatado tanto nos jornais Ha'aertz e Washington Post. Esta é uma prova positiva de que alguém que se preocupa com as vidas de israelenses sabia que os aviões estavam indo para ser caiu no WTC antes do tempo e queria ter certeza de que os israelenses não foram mortos. Estou certo de que a identidade dessa pessoa não foi Bin Laden. Isso explica sucintamente por que apenas um israelense foi morto em 9/11 embora o número era esperado para ser, tanto quanto 4000.

11- Foi israelenses que estavam armados com pistolas de 9mm, nove granadas, explosivos C-4, três detonadores e 58 balas e foram capturados no México, em uma tentativa de explodir o Congresso mexicano em 10 de outubro de 2001, um mês após 9/11. Curiosamente estas israelenses foram encontrados com passaportes paquistaneses em suas posses.

12 -A notícia sobre os ataques iminentes era conhecido até mesmo por baixo agentes da CIA no ranking como Delmart Vreeland. Para provar isso, ele escreveu o que iria acontecer em 10 de agosto ou 11, de 2001, em um envelope lacrado na prisão do Canadá e seus guardas abriram o envelope em 14 de setembro. Confirmando que ele previu com precisão os ataques de 9/11. Se ele sabia sobre isso, estou certo de que muitos outros na CIA especialmente em níveis mais elevados sabia sobre isso também. Como tal, esta foi uma ação planejada deliberada, definido para criar um tipo de evento Pearl Harbor para fazer com que o governo americano toma-se medidas que os planejadores do evento queriam. Com a cumplicidade dos meios de comunicação controlados por israelenses, o dedo estava solidamente apontando para OBL, Al-Qaeda e os talibãs.

13Um Como um exemplo dos muitos relatórios em todo o mundo, implicando o envolvimento de Israel em 9/11, aqui é um texto parcial de um deles, Stern-Intel do Canadá em 17 de setembro de 2001: "Uma fonte de inteligência militar dos EUA revelou detalhes de um memorando da inteligência interna que aponta para o serviço de inteligência Mossad israelita em ter ligações com os ataques ao World Trade Center e ao Pentágono."

14 - Um outro relatório da agência de inteligência externa alemão, o Bundesnachrichtendienst (BND) afirma o seguinte: “inteligência alemã detectou planos para um ataque contra os Estados Unidos, que terá lugar em 10 de Setembro ou 11, 2001. Israel estava ciente dos planos e deseja que os ataques ocorram sem obstáculos. O embaixador alemão informou o presidente dos EUA sobre os ataques iminentes. Ele agradeceu ao embaixador e disse que ele já sabia. Posteriormente, a sua administração requeria urgentemente a supressão de informações sobre este aviso.

15 - A Escola do Exército dos EUA de Estudos Militares Avançados (SAMS), escreveu o seguinte sobre o Mossad israelense que foi relatado sobre em 10 de setembro de 2001, um dia antes 9/11: "Wildcard. Ruthless e astuto. Tem capacidade para atingir as forças americanas e torná-lo parecido com um ato palestino / árabe."

No dia seguinte, um "ato árabe" ocorreu contra os EUA e nenhum inquérito ou investigação foi feito com base neste relatório credível do Sams. Como eu disse, o dedo estava tão firmemente apontada contra Bin Laden que mesmo as pessoas inteligentes estavam tão sufocado pela imprensa controlada sionista que há outras questões foram deixados de lado.

16- Uma quantidade anormal de opções de ações de venda foram comprados contra o United e American Airlines direita antes de 9/11. Você poderá ganhar dinheiro em opções de venda quando o preço de um estoque vai para baixo. Gee Whiz, eu me pergunto por British Airways, Southwest Airlines, Continental ou de outras companhias aéreas não têm anormalmente grandes quantidades de opções de venda de ações compras também? Por que isso só acontecerá a ser das duas companhias aéreas que estavam envolvidos com o 9/11 incidente? Foi relatado que muitos israelenses e até mesmo um ex-diretor da CIA do Deutsche Bank fez enormes lucros na compra. Uma pessoa fez tanto quanto $ 2.500.000,00 sobre o negócio e quando última relatado não veio para pegar o seu dinheiro. Como todas essas pessoas sabem que os estoques norte-americanos e United Airlines iria cair tão drasticamente em valor no dia seguinte ??? Não só os estoques de companhias aéreas, mas de acordo com a Barnes revisão:

"Entre 26 de Agosto e 11 de setembro de 2001, um grupo de especuladores, identificado pela Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC) como cidadãos israelenses, vendido" curto "uma lista de 38 ações que podem ser razoavelmente esperados a cair em valor como um resultado dos ataques pendentes. Estes especuladores operado fora do Toronto, Canadá e Frankfurt, na Alemanha, as bolsas de valores e os seus lucros foram especificamente indicado para ser "na casa dos milhões de dólares."

Eu pergunto a mesma pergunta que Michael Shore no parágrafo seguinte. Por quê? Além disso, por que esta história apenas uma gota da mídia e sem acompanhamento foi feito? Este é outro exemplo de ser os meios de comunicação em conluio com os planejadores de 9/11 para desviar a atenção das bandeiras vermelhas óbvias e manter os americanos firmemente fixado em OBL / Al-Qaeda como a única possibilidade de 9/11.

"Parece bastante fácil para o FBI e CIA para ir para os corretores, onde foram feitas estas operações e descobrir quem os fez. Este é provavelmente o link mais próximo que pode ser estabelecido para alguém que estava envolvido em 9/11, mas nem o FBI nem CIA é, aparentemente, perseguindo isso. Por quê? " Missing Pieces à surpreendente enigma 9/11 Mistério

17- Quando o Hamas, a Jihad Islâmica, o Hezbollah e outros grupos palestinos cometem atos de liberdade contra o regime brutal de Israel, não importa quão pequeno os números que eles matem do inimigo, eles assumem sempre a responsabilidade por isso. Agora, o maior ataque matando o maior quantidade de "o inimigo" norte-americanos, em vez de OBL gabar-se, muitos grupos negaram, e até mesmo Osama Bin Laden ? :

Recentemente, um verdadeiro avanço ocorreu, confirmado o que os cientistas e os outros estavam dizendo há anos sobre as fitas de Bin Laden serem falsas. Em março de 2010, dois ex-agentes da CIA admitiram a criação de uma fita de um falso Bin Laden !

Conclusão

Assim, no que diz respeito a 9/11 encontramos israelenses envolvidos com muitas coisas. Estranho você não diria que nós não encontrar os russos, os sauditas, italianos, paquistaneses ou mesmo africanos envolvidos com eventos relacionados a 9/11. Não é apenas uma coincidência que as pessoas envolvidas só sejam israelenses?

Com toda esta evidência de envolvimento israelita, e o envolvimento funcionários corruptos do governo e a cumplicidade da mídia na cobertura e até mesmo distorcendo informação que deve ser prosseguida e cuidadosamente investigados. Outra evidência não discutida, mas também válidos são:

* os muitos relatórios que mostram evidência de que o WTC foi explodido de dentro explicando como os edifícios caíram.

* nenhum vídeo ou fotos de qualquer um dos sequestradores no aeroporto de Logan.

* nenhum dos nomes sequestradores ou mesmo nomes árabes, estavam no manifesto do vôo ou relatórios de autópsias de pessoas que morreram nos aviões.

* como é que o governo dos EUA identificam tão rapidamente a identidade dos sequestradores e foi capaz de fixar a culpa em OBL apenas algumas horas após o evento.

* o fato de que 7 dos sequestradores identificados ainda estão vivos hoje.

* as muitas falsas notícias sobre identidades de terroristas, como o de um paquistanês que nunca deixou o Paquistão em sua vida ter sua imagem transmitida publicamente nos meios de comunicação.e eu poderia continuar e continuar.

A única conclusão lógica de que uma pessoa razoável pode chegar é este: Os ataques de 9/11, os assassinatos com antraz, e numerosos outros planos terroristas frustrados, foram planejadas, orquestrada, financiado, realizado, e cobriu-se pelas forças de Israel e elementos corruptos do governo dos EUA. Que outra explicação lógica pode haver?

A história "oficial" que nos foi dito acerca de 9/11 tem mais buracos do que o queijo envelhecido. No entanto, como resultado desta história, ações sérias estão sendo tomadas contra os muçulmanos inocentes e milhares de vidas estão sendo perdidas. Além disso, ainda mais estão sendo hostilizados e perseguidos.

Por que o governo americano não investiga a enorme pilha de evidências que apontam para os israelenses e porque não foi esfriada as relações entre os EUA e Israel? Por quê? Por quê? Por quê?

Edição: Valter J.Amorim (espada de miguel)

Fontes: Diversas


 

Postagens Relacionadas:

Estados Islâmicos: Cria dos EUA e Israel para domínio de 7 países do Oriente Médio

Al-Qaeda de Osama Bin Laden, uma invenção dos EUA e de Israel

Sionismo – O Dragão do Apocalipse e a Invasão Reptiliana

A Construção do Terceiro Templo em Israel e a grande farsa Sionista !